06
Ago 08

 

Quais as vantagens do método cientifico ?
Nas ciências é indispensável a utilização de um método : conjunto de processos racionais , por meio dos quais se deduzem leis científicas ( partindo de factos particulares ) . No entanto , o método científico tem vantagens e desvantagens.
As vantagens são o facto de garantir verdades ( segurança ) , ser económico e possuir fecundidade ( produz algo , formula teorias ). As desvantagens são a rotina , pois após algum tempo , como o método é sempre o mesmo , o cientista pode cair na rotina , e consequentemente no dogmatismo.Apesar de o método resultar uma vez , não significa que resulte sempre , não devemos portanto , aceitar sempre tudo o que concluimos: seriamos dogmáticos se assim o fizéssemos.
Como funciona o método científico ?
O método científico começa com a observação . Dentro da observação podemos distinguir a observação natural e a científica. A observação natural “ vê” a natureza em bruto , sendo espontânea , não selectiva , indiferente e superficial.Daí o problema desta observação : se não tivermos uma teoria quando “ vemos “ as coisa , no fundo é como não estivessemos a “ ver “ nada.A observação científica vai ser assim selectiva ( em quantidade e qualidade ), sabe o que quer ver , possui uma teoria e é planeada ( dá importância a certos aspectos e inora os outros ): assim “ não temos ( espontâneo , percepção), fazemos ( selecção , sabe o que quer ver ) uma observação “.Esta seria a atitude própria de um cientista no início do método científico.
Depois da observação surgem as perguntas sobre o fenómeno científico . Se este fenómeno é dado ou não ( puro ) e se este fenómeno foi criado ( porque o cientista planeia a sua observação ) ou se não foi criado ( se não é absolutamente criado ).
Após a observação , existe a fase do levantamento de hipóteses.” Hipóteses “ , originalmente do grego significava “ pôr por baixo “.A melhor tradução portuguesa desta palavra seria suposição.Hipótese é portanto , algo que serve de base , é uma tentativa de fundamentar uma teoria. O primeiro passo nesta fase é portanto , a suposição , à qual se segue a tentativa de explicação ( que antecipa um modelo de explicação ).O levantamento de hipóteses não deriva directamente da observação , pois nesse caso todos os cientistas verificam o mesmo ( levantariam as mesma hipóteses ).A hipótese é sempre diferente da ficção ; enquanto que esta não tem de ser plausível , não tem limites , não está limitada pelo fenómeno e fala do futuro , a hipótese tem de ser plausível e fala do presente. O cientista tem de ser criativo a levantar hipóteses , já Einstein dizia : “ o cientista é obrigado a inventar coisas “. Um bom exemplo de um cientista de ficção é Júlio Verne que se dedicou a escrever livros sobre viagens , máquinas e aventuras impossíveis ( algumas delas impossíveis apenas para a altura em que o autor vivia ).
A última fase do método cientifico é a verificação de hipóteses , na qual os cientistas têm duas hipóteses , ou verificam ou falsificam.Os cientistas mais conservadores e dogmáticos verificam.Este método não é muito correcto , pois todas as hipóteses têm sempre uma margem de falsidade.
Karl Popper introduziu uma nova forma de fazer ciência : falsificar . Popper afirmava : “ o bom cientista tem que dizer que a sua teoria ser comprovada em vários aspectos , no entanto há outros que o próprio não consegue ultrapassar”. Isto porque todas as teorias têm excepções , senão não eram teorias e sim leis.Existem sempre aspectos que necessitam de melhoramento , tal como se diz “ a excepção confirma a regra”.
publicado por apontamentosecundario às 22:19
tags:

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


arquivos
2008

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO